Pode chamar de o melhor de dois mundos: coupês esportivos + station wagons. Embora difíceis de se encontrar, existem alguns modelos assim, que unem o estilo de um esportivo com o tamanho e praticidade de uma perua. É o Shooting Brake.

Porta traseira com vidro baixo efavorecendo a aerodinâmica (coupês), somado a um espaço maior, capaz de carregar rifles de caça (shooting). Geralmente duas portas, mas também já são encontradas versões quatro portas. Afinal, estilo e praticidade é o lema deste tipo de carroceria.

Será que nosso antigo e raro Maverick em usa versão perua adaptada pela Souza Ramos, e até mesmo a clássica Caravan originada do Opala, serima versões wagon dos nacionais coupés?

Versão Station Wagon derivada do nosso clássico esportivo nacional. Crédito da foto: QuatroRodas

Uma das poucas peruas esportivas nacionais originais que tivemos no Brasil. Crédito da imagem: Divulgação Chevrolet da época.

Essa categoria vai desde um super esportivo (que muitos nem sabem se tratar de um carro para família) como as famosas Ferrari FF (desde 2011) e a recente Ferrari GTC4Lusso (lançada em em 2016). A FF é um típico grã-turismo V12 central-dianteiro com espaço para quatro ocupantes e bagagem, com estilo shooting brake de tração integral 4×4. E poucos anos depois sua atualização, a GTC4Lusso, afirmando que a escuderia italiana realmente quer marcar presença neste tipo de carro.

Revolucionária para marca, a Ferrari FF ianugurando tração nas 4 rodas, espaço para 4 pessoas e muitas malas. Crédito da imagem: RoadAndTrack

A evolução GTC4Lusso. Crédito da imagem: AutoEvolution

Assim como sua rival Porsche, com o aclamado Panamera, que pode ganhar uma versão ST  (Sport Turismo). Este 4 portas com traseira alongada já é um dos principais modelos da marca, com exemplo de perfeição na fabricação, que vai da construção da estrutura aos detalhes de acabamentos requintados.

Porsche Panamera é referência em esportividade para família. Crédito: CarBlog.

E uma perfeita receita de staiton wagon esportivas são as Mercedes CLS e CLA Shooting Brake, que são inclusive quatro portas, sem perder o caráter de carro veloz e espaçoso.

Se isso não é uma perua esportiva, não sabemos mais o que seria. Crédito da imagem: CarMagazine

Que tal um Aston Martin Rapide em versão perua? Luxo e espaço com a mesma elegância britânica de sempre.

Belíssimo exemplo! Crédito da imagem: bestcars

Protótipos como o conceito Volkswagen Varok, com a possibilidade de passar de picape para uma shooting brake. E a Audi também surgiu com Audi AllRoad Shooting Brake Concept Car. E recentemente apresentou o conceito Toyota GT86 Shooting Brake, mas que não irá colocar à venda. Uma pena…

Pickup que vira wagon, e com muita esportividade. Crédito da imagem: QuatroRodas

Pouco mairo que um hatch, mas com traseira shooting brake. Crédito da imagem: CarMagazine

Toyota GT86 e sua bela carroceria de wagon esportiva. Crédito da imagem: TopGear

O Peugeot Instinct Concept é um protótipo elétrico e autônomo, que tem um capô longo, potência nas quatro rodas e a traseira típica de um shooting brake. Esperamos vê-lo nas ruas num futuro não muito distante.

Belo conceito de sport wagon. Crédito da imagem: Peugeot

Transformações como Corvette Callaway Aerowagon, onde uma preparadora transformou um típico esportivo americano em um belíssimo shooting break.

Um corvete para carregar as malas. Crédito da imagem: QuatroRodas

E um outra raridade para desejo de todo entusiasta: dois protótipos shooting brake do modelo Volkswagen Corrado 1988, feitos pela da Marold Automobil. Tamém chamados de Corrado Magnum, os Volkswagen não passaram de dois protótipos, que foram postos à venda pela MAG (empresa alemã responsável pela montagem dos mesmos).

Podia ter o teto mais baixo, mas está bem esportivo. Crédito da imagem: QuatroRodas (LuxSport)

E polêmicos automóveis que mais parecem hatches, mas estão beirando a esportividade e praticidade também. Como o BMW Z3M Coupe, que é um modelo muito pequeno para ser considerado um shooting brake, mas também não se enquadra como compacto.

Famoso Z3M, entre hatch, coupé e shooting brake. Crédito da imagem: driversgeneration

O Audi Shooting Brake Concept, que foi baseado no TT de segunda geração, e preservava as proporções do cupê, portanto quase um hatch. Mas não resultou em uma versão de produção em série

Entre hatch e wagom, mas muito esportivo. Crédito da imagem: Evo

E as mais antigas aparições deste formato, como a Ferrari 365 GTB 4 Shooting Brake 1972, raríssima de janelas laterais traseiras que se abrem para cima e um inegável visual de carro fúnebre.

Feia ou muito estilosa?
Crédito da imagem: supercars

Volvo 1800ES 1972 que ganhou o prolongamento característico das shooting brake, de caimento expressivo na lateral posterior e a tampa do porta-malas feita inteiramente de vidro, tendência que se perpetua até hoje como característica da Volvo.

Alguma semelhança com os Volvo atuais não é mera coincidência. Crédito da imagem: carpixel

Texto: Marco Escada

Foto de capa: Citroën DS Numéro 9, apresentado em 2012.