Em 2020, 19 fabricantes produziram (em 33 fábricas de automóveis no Brasil – 68 fábricas nacionais de veículos, se contarmos de caminhões e motos) são 84 modelos de carros no país atualmente! Alguns modelos estão saindo de linha e outros estão entrando até 2021, então este número pode mudar.

E sem contar com as versões, pois cada modelo possui no mínimo 2 ou 3 versões de acabamento ou motorização, o que multiplica nosso número de opções de compra de carros nacionais. Também não estamos contabilizando as montadoras estrangeiras nem os modelos importados, como a sul-coreana Kia (parceira da Hyundai) que marca boa presença em nosso território, mas sem fábrica no Brasil ainda. Ou a JAC Motors, que há mais de uma década jura montar uma fábrica brasileira mas ainda não conseguiu concretizar a promessa.

Temos carros que pouca gente sabe que são fabricados aqui em nossas terras, pois são exportados para o mundo todo. Alta tecnologia e capacidade de nossas fábricas! Porém, devido aos altos impostos e taxas, ainda temos os veículos mais caros aqui do que os mesmos modelos em outros países…

Mas antes de listarmos todos os atuais, vamos ver quem saiu e quem entra no mercado brasileiro:

  • Adeus! Onze modelos pararam recentemente de ser fabricados:  Ford Fiesta e Fiesta sedãVW Fox e SpaceFox, além do Golf; Chevrolet Cobalt; Mitsubishi Lancer; Fiat WeekendChery QQ e Hyundai ix35 (antiga reformulação da Tucson, ambas defasadas e descontinuadas). Sem falar nas importações de modelos que não estão sendo citados aqui.
  • Bem vindos! E sete modelos novos entrarão em produção, que prometem ser lançamentos fortes para enfrentar o mercado de carros 0km. : Nova Fiat Strada, Peugeot 3008 e Citroen C5 AirCross, Novo Nissan Versa, Volkswagem Nivus, Chery Tiggo 8 e Chery Arrizo 6. Outros sete lançamentos estão ainda em definição se serão produzidos aqui a partir de final de 2021 ou se permanecerão importados, como o Ford Territory e Escape, Peugeot Landtreck, Jeep Compass 7 lugares, Toyota Raize, Volkswagem SUV médio Tarek, camionete Tarok. Além das atualizações de modelos (facelift), que renovam o visual e algumas vezes a mecânica, teremos mais estes relançamentos de carros já consagrados ainda em linha de produção.

Portanto, para 2021 deveremos ter pelo menos 88 modelos fabricados no Brasil! Talvez cheguem a quase uma centena de modelos se algum destes lançamentos importados passarem a ser fabricados aqui em solo nacional. Em 2020, portanto, temos este cenário, por ordem de número de modelos nacionais:

 

Brasil reformulou toda linha Fiat, como exmplo o Argo e Cronos HGT (crédito da foto: NovoCarro)

FCA Fiat-Chrysler (Jeep) (11 modelos)

A ítalo-americana FCA possui duas fábricas no Brasil. Em Betim, são produzidos os seguintes modelos da Fiat: Uno, Mobi, Argo, Cronos, Fiorino e Doblò. Se aposentam em 2021 a antiga Strada e o Grand Siena (baseados no Palio que já saiu a mais tempo). Já entrou em produção de 2020 a Nova Strada.

Em Goiana (PE), são fabricados a picape Fiat Toro além dos dois SUVs da Jeep: Renegade e Compass.

Em Campo Largo (PR), a FCA comprou em 2012 a unidade fabril da BMW e passou a produzir os motores 1.6 E.TorQ (para exportação) e o 1.8 E.TorQ flex (que equipa toda linha desde 2013).

 

Tão esperado lançamento do SUV-Coupé: VW Nivus (crédito da foto: Revista Carro)

Volkswagem (8 modelos)

A VW possui quatro plantas industriais no Brasil. Em São José dos Pinhais (PR) produz hoje o SUV T-Cross. O Fox deve ter em 2020 o mesmo fim que já teve a SpaceFox, que eram antigas promessas para substituir o Gol mas não vingaram como desejavam. Em compensação está nascendo o SUV-cupê Nivus, que promete ser um sucesso!

Em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, a marca alemã produz o hatch Polo e sua variante sedã, o Virtus, além da picape Saveiro.

Em Taubaté (SP), ainda fabrica o Gol, Voyage, além do Up!

Por fim, em São Carlos (SP), produz os motores 1.0 TSI, 1.4 TSI, além do 1.0 MPI e dos 1.6 MSI.

 

Exclusivo para o Brasil a versão esportiva: Renault Sandero R.S. 2020 (crédito da foto: CarBlog)

Renault (7 modelos)

Em São José dos Pinhais (PR), a francesa fabrica nada menos do que sete modelos atualmente: o compacto Kwid, Sandero, Logan, os SUVs Duster (que deve ser totalmente renovado em 2020) e Captur, a picape Duster Oroch, a van Renault Master. Além de fabricar os motores 1.6 SCe.

 

Lançamento nacional: Chevrolet Tracker (crédito da imagem: noticias automotivas)

Chevrolet (7 modelos)

A GM nacional é uma das maiores vendedoras de carros na atualidade. Em Gravataí (RS) fabrica o Onix e o Onix Sedã.

Da planta industrial de São Caetano do Sul (SP) sai a Spin, a picape Montana e começou a ser fabricada a nova Tracker. Já foi encerrado o Cobalt neste ano.

Por fim, em São José dos Campos, a marca fabrica o SUV Trailblazer e a veterana S10.

A Chevrolet produz seus motores 1.0 e 1.4 flex em Joinville (SC).

 

 

Aguardado para o Brasil: Peugeot 208 (crédito da imagem: carblog)

 

Bem de acordo para o Brasil: Citroën Cactus (crédito da imagem: carblog)

Grupo PSA (Peugeot-Citroën) (5 modelos)

Em Porto Real (RJ), o Grupo francês fabrica os seguintes modelos: Peugeot 208 (que terá em 2021 um irmão idêntico ao europeu, porém inicialmente importado da Argentina) e o SUV 2008, Citroën C3, AirCross e C4 Cactus, além dos motores EC5 1.6 e EC5 EAT6 flex e à gasolina.

Para o ano que vem devem chegar à produção nacional o SUV 3008 e o C5 AirCross.

 

Requinte nacional: BMW 320i (crédito da imagem: carblog)

BMW (5 modelos)

A alemã tem fábrica em Araquari (SC), onde produz os seguintes modelos: BMW Série 1, Série 3, X1, X3 e X4. Uma pena não fazerem mais o MiniCooper

 

No Brasil tem status de luxo: Honda Civic 2020 (crédito da imagem encontra carros)

Honda (5 modelos)

A japonesa tem duas fábricas no Brasil, ambas no interior de São Paulo. Na recém-inaugurada planta em Itirapina, a marca japonesa produz o monovolume Fit (que será totalmente reformulado para 2021).

Já em Sumaré, são feitos o Civic e City, além do WR-V e do SUV HR-V.

 

Investida nacional do grupo CAOA: Chery Arrizo 6 (crédito da imagem: IG )

Grupo CAOA / Chery (5 modelos)

O grupo nacional CAOA é dono de 50% da chinesa Chery, que também tem uma fábrica no Brasil, em Jacareí (SP), onde produz o Arrizo 5 – paralelamente terá o Arrizo 6 em 2021 – e o Tiggo 2. Além de caminhões de pequeno porte.

Em Anápolis (GO), o Grupo CAOA produz o Tiggo 5X e Tiggo 7. Também o New Tucson de terceira geração.

Produzia também, até pouco tempo atrás, o Hyundai ix35 (Tucson de 2ª geração no Brasil), que está se aposentando em nosso país. Também está parando a produção do QQ, nascido para ser o mais barato do país, mas não conquistou o público alvo. Há rumores de que seja lançado o Tiggo 8 até 2021.

 

Considerado luxo no Brasil: Toyota Corolla 2020 (Crédito da imagem: UOL )

Toytota (5 modelos)

A nipônica tem três fábricas no Brasil, todas também no interior paulista. Em Indaiatuba (SP) produz o Corolla.

Em Sorocaba (SP), são fabricados o EtiosEtios Sedã também o YarisYaris Sedã.

Em Porto Feliz (SP), são feitos os motores 1.3 e 1.5 flex e também é produzido o Yaris e Yaris sedã.

 

Compacto valente nas estradas com ou sem asfalto do Brasil: Suzuki Jimny (crédito da imagem: Carro Bonito)

 

Clássica em nossas trilhas: Mitsubishi L200 2020 (Crédito da imagem: assobrav)

Mitsubishi / Suzuki (5 modelos)

Em Catalão (GO), as marcas japonesas fabricam um total de quatro modelos: a picape L200, os SUVs Eclipse CrossPajero Dakar e ASX, e o jipinho Suzuki Jimny. O sedã Mitsubishi Lancer está se despedindo da produção no Brasil, visto que já não é mais fabricado nem no Japão faz alguns anos.

 

Modelo i20 com mudanças na divisão nacional Hyundai Brasil: HB20 (Crédito da imagem: Motor1 )

Hyundai (3 modelos)

A montadora sul-coreana faz em sua fábrica de Piracicaba (SP) os modelos HB20 e HB20S (sedã), além do SUV Creta.

 

Ford (3 modelos)

A primeira montadora a instalar fábrica no Brasil, em 1919, portanto uma centenária em solo brasileiro. Mas os dias atuais estão difíceis, e após anunciar o fechamento da sua fábrica em São Bernardo do Campo, tirou o Fiesta e Fiesta sedã de linha no Brasil. A americana agora possui duas plantas industriais no país, uma fica em Camaçari (BA), onde são produzidos os modelos Ka e Ka Sedan, além do SUV EcoSport.

A outra é em taubaté (SP), onde são produzidos o Ka e o EcoSport. Também produz os motores da família Dragon para estes dois modelos.

 

Polêmico visual no Brasil: Nissan Versa 2020 (Crédito da imagem: Motor1 )

Nissan (3 modelos)

A japonesa possui fábrica em Resende (RJ) onde monta os seguintes modelos: March, Versa, Kicks, além dos motores 1.0 e 1.6, ambos flex.

Para 2021 a tendência é que o Versa passe a se chamar V-Drive para entrada de um Versa totalmente novo!

 

Pioneirismo totalmente brasileiro: Agrale Marruá AM200 (crédito da imagem: br.wheelsage.org )

Agrale (3 modelos)

Brasileira 100% nacional, a fábrica gaúcha produz utilitário 4×4 Marruá (versão civil e também militar) que é o mais próximo de um automóvel, apesar de ter objetivo de uso específico em campo. Possui versão jipe, camionete e caminhão leve, portanto 3 produtos distintos que podem ser usados também no trânsito urbano.

Além de caminhões, ônibus (minibus – micro-ônibus – e veículos para transporte de valores), chassis, tratores, motores e geradores genuinamente brasileiros. No passado fabricou motos, hoje consideradas relíquias!

A fabricante tem sede em Caxias do Sul e mais outra fábrica no Brasil localizada em São Mateus/ES, mais uma fábrica em Bogotá na Colômbia e 1 na Argentina na cidade de Mercedes (além da divisão administrativa que fica em Buenos Aires). O mercado externo é de grande importância para a marca.

 

Luxo no Brasil: Mercedes-Benz GLA (Crédito da imagem: IG )

Mercedes-Benz (2 modelos)

De Iracemápolis (SP), a marca alemã fabrica os luxuosos Classe C além do SUV GLA.

Em Juiz de Fora (MG), a montadora produz seus caminhões.

 

Mantendo a tradição de ser feito no Brasil: Audi A3 (Crédito da imagem: mundo do automovel para PCD )

Audi (2 modelos)

Em São José dos Pinhais (PR), a alemã, que pertence ao Grupo Volkswagen, fabrica atualmente no Brasil o A3 Sedan (que deve parar em 2021) e o SUV Q3 (que já tem nova geração confirmada a ser importada da Hungria e talvez possa ser fabricado aqui também). Será que a Audi vai continuar produzindo os modelos defasados em relação ou resto do mundo ou vai atualizar sua fábrica. Poderia fabricar o SUV-coupé Q3 Sportback!

 

Luxuoso para difíceis acessos no Brasil: Land Rover Discovery Sport (Crédito da imagem: IG )

Jaguar Land Rover  (1 modelo)

Em Itatiaia (RJ), a marca britânica fabrica agora apenas um modelo, o Discovery Sport. Já até pouco tempo o Range Rover Evoque, também produzido no Brasil, terá sua segunda geração importada da Inglaterra.

 

Criado no Brasil, Troller T4 (Crédtio da imagem: divulgação Troller )

Troller (1 modelo)

A marca brasileira que nasceu no Ceará, mas pertence à Ford desde 2007, possui uma única planta industrial.

Fica em Horizonte, no interior cearense, onde é fabricado o robusto e desejado jipe Troller T4.

 

O 100% Brasileiro TAC Stark (Crédito da Imagem: TAC )

CAB Motors / TAC (1 modelo)

Brasileira, a fabricante produz apenas veículos fora-de-estrada (assim como a Agrale), porém um pouco mais próximo do outro projeto nacional Troller T4 do que do Agrale Marruá. Trata-se do Stark, que é fabricado em Sobral (CE). Está cada vez mais luxuoso e portanto mais urbano, porém ainda um off-road na concepção.

Estão investindo R$ 200 milhões na construção de uma nova fábrica no Distrito Federal.

 

Nossa esperança de um carro totalmente urbano 100% nacional continua nos sonhos, já que a Gurgel não deu certo no passado. Falta de apoio governamental e incentivo fiscal acabaram falindo esse projeto inovador que tinha tudo para dar certo. Quem sabe no futuro não tenhamos novos empreendedores visionários criando um carro originalmente brasileiro?! Que venha a nova indústria automotiva nacional, quem sabe com motores elétricos, híbridos ou ecologicamente mais corretos.

 

Texto: Marco Escada

(Crédito da imagem de capa: Motor 1)

Deixe sua mensagem