Os lançamentos do mercado de carros 0km podem aquecer o mercado, conforme publicamos aqui anteriormente. Inclusive a Toyota revelou um facelift na sua versão top de linha do Etios: 1.5 DualVVTi Platinum. Como todos gostariam de ver, o japonês ficou mais bonito com nova grade, rodas e acessórios, mas o preço, como todos listados abaixo, está alto demais: R$ 65.990,00 na versão sedã. Mesmo assim o Etios está vendendo bem mais a cada ano que passa, mas ainda muito longe do líder Chevrolet Onix que possui valores de R$ 37.790,00 à R$ 48.840,00.

Etios_Seda_Platinum_2017

Etios Sedã Platinum 2017: mais bonito e ainda mais caro. (Crédito da foto: Divulgação/CarSaleUOL)

Porém, os valores cobrados pelas montadoras aos brasileiros está beirando o impraticável. Será um otimismo ao mercado de carros novos, poder cobrar quantias altas por modelos médios? Ou falta de percepção sobre a crise atual e o poder de compra da maioria da população?

Confiram alguns dos preços de carros novos, conforme publicado na Quatro Rodas, que com todos os opcionais possíveis, chegam aos incríveis valores de:

Chevrolet Cobalt Elite 1.8 Total: R$ 70.390,00!

Fiat Dobló Adventure 1.8: Total: R$ 92.605,00!

Fiat Palio Sporting 1.6 Total: R$ 68.670,00!

Fiat Palio Weekend Adventure 1.8 Total: R$ 83.279,00!

Palio Weekend a preço de carro grande!

Palio Weekend a preço de carro grande! (Crédito da foto: divulgação)

Ford EcoSport Titanium 2.0 Total: R$ 91.690,00!

Ford Fiesta Titanium Ecoboost1.0 Total: R$ 73.290,00!

Honda City EXL 1.5 Total: R$ 80.790,00!

Kia Soul 1.6 R$ 93.900,00!

Volkswagem SpaceFox Highline 1.6 Total: R$ 88.878,00!

Volkswagem Golf Confortline 1.6 Total: R$ 101.894,00!

Soma-se a alta de preços que alguns modelos tiveram acima da inflação, como o caso do Volkswagem High Up! i-Motion tricilíndrico, que passa dos R$ 51.000,00, onde teve um aumento de 17,2%. Semelhante às camionetes da Toyota (RAV4, Hilux e SW4), que estão na outra ponta da tabela, o segmento de luxo. Mas o que justifica este aumento? Muitas vezes, o sucesso de lançamento que o carro faz perante o público, como os casos de Hyundai HB20, Jeep Renegade e Honda HR-V, que tiveram fila de espera de até 90 dias! E hoje até decepcionam em algumas versões…

High Up! High price!

High Up! High price! (Crédito da foto: CarPlace)

E só para citar alguns dos carros mais baratos do Brasil das mais tradicionais montadoras: Fiat Mobi 1.0 Easy está saindo por R$ 31.900,00; o Volkswagem Gol Trendline 1.0 3 cilindros está por R$ 34.250,00; e o Ford Ka SE 1.0 tricilíndrico por R$ 41.990,00. Ou seja, se os carros mais simples estão entre R$ 32.000,00 e R$ 42.000,00, qualquer carro médio fica na casa dos R$ 50.000,00… e o céu é o limite! 

O que seria um popular, Ka não baixa de R$ 40.590, na Ford.

O que seria um popular, Ka não baixa de R$ 40.590, na Ford. (Crédito da imagem: divulgação)

O mercado de carros usados (incluindo os de luxo) agradece, pois é a única alternativa para quem se sente explorado com esses valores exorbitantes. Imagine o leque de opções que existem entre os usados com valores de até R$ 50.000,00! Tem muita coisa boa, e com mais atrativos que um “popular” 0km. Mas isso é assunto para nossa próxima matéria! Aguardem!

Crédito da foto de capa: Divulgaçã/CarSaleUOL

setacompartilhe900x180px