A primeira corrida do ano no Circuito de Albert Park, em Melbourne, na Austrália, foi um bom termômetro para saber o que esperarmos das novatas equipes e pilotos, pois supreendeu muita gente! A própria classificação que foi uma polêmica, manteve o esperado Hamilton na pole-position. A estreante Haas mostrou um motor competitivo para ficar no meio do grid até o final da corrida. E o piloto Jolyon Palmer, que também estreou neste final de semana pela equipe Renault – com seu carro amarelo, um dos mais bonitos do grid – também surpreendeu e deu muito trabalho para pilotos mais experientes, como o Valteri Bottas que levou muitas voltas para ultrapassar com sua Willians.

Mas o domingo foi marcado pelo forte acidente do bi-campeão mundial Fernando Alonso, em sua McLaren, que ficou absurdamente destruída. Talvez por não estar feliz em sua equipe, que está muito abaixo do esperado desde que assumiu a parceria com a Honda, ele cometeu um grande erro – assumido após o acidente – e tocou, em altíssima velocidade, na roda de Estaban Gutierrez, da novata equipe Haas. O carro literalmente decolou ao entrar na caixa de brita ( ! ) e se chocou fortemente no muro de contenção. As imagens mostraram lindas cenas em slow motion, mas o perigo foi enorme. Ainda bem que a célula de sobrevivência está bastante evoluída e o piloto saiu sozinho do carro, e sentou-se para passar a tontura – desta vez não foi para pegar um solzinho na cadeira dos fiscais! Bonita a atitude também do próprio Gutierrez que, sem culpa alguma, perguntou ainda via rádio sobre o estado de Alonso, e ao sair do carro foi diretamente à ele perguntar se estava tudo bem. Esportistas devem agir assim sempre!

Outra cena inusitada foi o fogo que saiu do carro de Kimi Haikkonen, que após sentir que teria que abandonar a Ferrari nos boxes, estacionou-a junto aos mecânicos incendiando! Saiu do carro como se tivesse deixado aos manobristas de um shopping, com toda sua calma que lhe gerou o antigo apelido de Homem de Gelo. Quase derreteu, mas não perdeu a elegância!

Por fim, o resultado foi satisfatório para Felipe Massa, em sua boa Willians, que sem cometer nenhum erro chegou em 5º lugar. Enquanto ao nosso outro brasileiro, Felipe Nasr, não teve a mesma sorte de 2015 – quando havia chegado na posição de Massa deste ano – e desta vez acabou em 10 posições atrás do seu conterrâneo. O pódio continua um tanto previsível: Roseberg, Hamilton e Vettel. Não por acaso, a disputa ao título deve ficar entre estes três mesmo. Mas gostaria de ver alguma surpresa, como o rápido Ricciardo – Fastest lap – Daniel Ricciardo, Red Bull, 1m 28.997s (lap 49) – ou mesmo nosso querido Kimi figurando como candidatos ao título.

Foto: AP

E vc, qual sua aposta?

cd-smuaviaaveua.jpg_large

#F1 #2016 #automobilismo #top

setacompartilhe900x180px