Primeiramente, vamos diferenciar customização de tuning: Customizar é melhorar alguns itens e criar uma personalidade ao seu veículo, com detalhes estéticos, mecânicos, de conforto e/ou segurança, com qualidade na produção de cada item e que não exagerem no automóvel original; “Tunar” o carro já inclui modificações extremas estéticas e mecânicas, alterando totalmente o carro, sem preocupação de qualidade ou durabilidade. Sem falar que existem diversas tribos de tuning, mas isso fica para outra matéria…

Crédito da imagem: Fernando Bamberg (BoxZero8)

Cada pessoa terá sua prioridade e intenção com seu carro, por isso o universo é infinito em se tratando de paixão automotiva. Desde os que priorizam peças originais de época (alguns preferem levar apenas em eventos especiais, mas outros circulam no dia a dia com suas paixões), aos que preferem deixar competitivo para track days em autódromos.

Crédito da foto: AutoCustom

Portanto a “moda” pode mudar um pouco a cada década, mas como é uma questão de personalidade, tudo é válido.

Alguns itens nunca saem do cenário custom, como adesivos para envelopamento. Podem ser os já tradicionais “preto fosco”, que também podem ter outras cores como cinza, laranja ou branco. Não precisa ser todo o carro, pode ser apenas teto ou capô e detalhes como retrovisores, por exemplo. Mas as fabricantes conseguem inovar com uma espécie de “brilho fosco” ao mesmo tempo: dependendo da luz ambiente a cor fica um tanto brilhosa mas com acabamento fosco, agradável até ao toque. Cores azuis e roxos são bem atuais.

Uma das tendências atuais é justamente reinventar o adesivo de envelopamento, criando desenhos e deixando-os totalmente estampados. A criatividade não tem limites e tudo vai depender de como você quer – ou não – chamar a atenção no estacionamento e no trânsito.

Crédito da imagem: Linkkando

Outra tendência que está sempre presente são as rodas esportivas. Geralmente em liga-leve (material que reduz o peso e aumenta e resistência), podem ser cromadas, coloridas ou pretas. Mas a tendência atual são as foscas com, no máximo, detalhes em preto ou cromo.

Inclusive modificações nos aventureiros 4×4 off-road, como Jeep’s e Land Rovers para trilhas também entram no processo de customização, e todos tem que ser homologados. Diferencial, alargadores, protetores, cabos, faróis de longo alcance em LED… Tudo pensando na diversão em meio à natureza!

Crédito da imagem: Avazon

O verde “militar” cai muito bem nos aventureiros, e nunca sai de moda. Detalhes em preto, retirando todos os cromados, também é uma tendência nos últimos anos. Até mesmo logotipos – quando permanecem – podem ser envelopados ou pintados em preto: ficam discretos e “malvados”!

Item quase obrigatório são as películas (ou filmes) escurecidos nas janelas. Mas tem que ter atenção ao código de trânsito para não infringir a lei de transparência obrigatória de 70% no pára-brisas, 75% nas janelas frontais e 28% nas janelas traseiras. Em conjunto com uma modificação na suspensão – geralmente mais baixa – torna o kit básico para iniciar uma personalização. O chão é o limite…

O assunto “tuning” ganhou a mídia no Brasil após o lançamento do filme “Velozes e Furiosos”, portanto a partir dos anos 2000 virou uma febre colocar aerofólio “de F1”, adesivos com cores cítricas, tribais e até neon embaixo das “naves”. Mas com o tempo alguns acessórios ficam datados, como os “stick bomber” (bombardeio de adesivos), que simulava uma sobreposição massiva de adesivos variados e multicoloridos.

Um dos cenários mais famosos no mundo das customizações e tuning é o SEMA SHOW nos EUA, que dita tendências ao resto do mundo. Com presenças de grandes fabricantes de carros mostrando do que seus produtos são capazes de proporcionar em estética e potencial para receber mecânicas de competição. E principalmente das empresas prestadoras de produtos e serviços de customização e tuning. Também circulam personalidades do ramo e toda imprensa especializada mundial. É a hora destas empresas mostrarem tudo o que tem para oferecer aos entusiastas por modificações nos carros de rua e para as pistas: suspensões, turbos, peças mecânicas de alto rendimento, rodas, pneus… até adesivos para envelopamento total ou parcial.

Crédito da imagem: FlatOut

Alguns carros são atração à parte, como o Maverick do ator de Velozes e Furiosos, Sung Kang. Em gravação do filme no Brasil, ele conheceu o mítico “muscle car” brasileiro e resolveu encomendar uma personalização completa. Com influências americanas e claro, nipônicas, o carro recebeu um moderno motor Ford, ficando moderno e vintage ao mesmo tempo!

Crédito da ilustração do projeto: SEMA

Portanto procure uma empresa especializada em mecânica, personalização ou restauração e personalize seu carro à sua maneira. Participe de grupos, fóruns e visite os eventos para fazer cada vez mais amigos e trocar ideias sobre essa paixão em comum! E não esqueça de assinar gratuitamente nosso canal aqui neste link, para ficar por dentro de eventos e conteúdos exclusivos e caprichar nas fotos da sua máquina!

Crédito da imagem: BoxZero8

Texto: Marco Escada

Foto de capa: Avazon